A política e a resposta do povo Brasileiro

A história do Brasil como o conhecemos tem mais de 500 anos, mas não falarei de história e sim do presente e, futuro. Há muitos partidos políticos no Brasil e a estrutura organizacional Brasileira contém deputados, senadores, veradores, prefeitos, presidente e mais uma, quase incontável, quantidade de cargos que, para serem preenchidos, precisam passar por uma avaliação de qualidade para mostrar que saberá coordenar nosso soberano País, mas não podemos esquecer dos tais “cargos de confiança” que compõem boa parte do corpo de funcionários públicos.

Ser funcionário público no Brasil é sinônimo de estabilidade. Ouve-se muito pessoas procurando estabilidade, não trabalho, pois este, está faltando para muitos políticos Brasileiros.

Li recentemente uma matéria no Facebook de um conceituado advogado onde ele demonstra, com um certo ar de indignação, que quase 80% dos projetos da Prefeitura de Porto Alegre foram para TROCA DE NOMES DE RUA quando, o máximo aceitável para isso seria de 40%.

O povo é quem decide quem vai para o “poder”, mas infelizmente, massivamente falando, a qualidade dos políticos Brasileiros está em decadência, como a saúde, a educação, a segurança e em vários outros pontos importantes, mas quem define as prioridades, quem define a qualidade? Os mesmos políticos que, na sua maioria, são corruptos ou corruptores. Não se veem mais discussões calorosas sobre o que e como fazer para o povo, mas sim o que um ou outro fez para que, num segundo momento, consiga se reeleger e continuar, desta forma, mantendo sua estabilidade.

Como o povo pode responder se somos sempre a parte mais baixa? Será que realmente somos ainda a parte mais fraca? Com o advento das redes sociais (facebook, twitter) o povo está percebendo que pode fazer algo. Estamos engatinhando, mas a geração Y agora está em idade de votação e isto, tenho fé, vai mudar o rumo do Brasil, mas até que mude efetivamente, podemos perceber que, basicamente, tanto faz qual político vai para o “poder”. A exemplo, temos citar os Ilustres Srs. Políticos Tiririca, Popó, o cara do tempo e muitos outros. Há bons políticos Sim, mas há como mensurar quantos? Talvez o político que esteja lendo esta matéria diga: “Eu sou honesto, trabalhador, incorruptível” (e, … Forrest Gump).

Esta é a resposta a tanta impunidade, tanta mal feitoria, tanta corrupção! Tanto faz o político! Já colocamos no poder pessoas que estudaram e lecionaram em Harward e já colocamos operários sindicalistas que correram para concluir, em supletivo, o segundo grau. Já colocamos estudiosos, cientistas e pessoas que mal sabiam escrever seu nome. Tanto faz!

Até quando o povo Brasileiro vai aguentar isto? Penso até que um grupo de políticos importantes resolvam dizer: Vamos acabar com essa casa de mãe Joana.

Em outros Países, o sonho da criança é ser bombeiro, enfermeiro e Presidente do País. Aqui não podemos nem dizer ao nosso filho o que nossas mães diziam, cito frases da minha finada mãe: “Filho, se quer ser alguém na vida, estude! Filho para ser Presidente da República, tem que estudar muito! Filho, para de jogar bola e vai estudar!” Para que estudar mãe? Se for jogador de futebol ganharei milhões. Se for sindicalista, me tornarei Presidente. Se for corrupto, ganharei mansões. Se for preso político ou se mandar matar centenas na ditadura, serei presidente!

Este é o País que escolhemos? Sim, infelizmente sim. Vamos mudar, basta de colocar políticos umbigueiros (que só olham para seus umbigos) ou que fazem de tudo para “ganhar”.

Há uma frase que está correndo a rede social que diz que o parlamento deveria pegar febre aftosa para que todo o rebanho fosse sacrificado! Será?

About these ads

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s